Ceeja

Ceeja

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Projeto: Semana de Educação Alimentar: Cozinhar – Resgatando Receitas de Família

Disciplina / Área: Todas.

Público Alvo: O projeto tem como foco os alunos matriculados no CEEJA Prof. José Libânio Filho, funcionários, professores e gestores que desenvolvem atividades na unidade escolar.

Cronograma: 11 a 25/05/2015.

Justificativa:

É no interior de cada família que nossa cultura e tradições são preservadas e revalorizadas, mais do que protetoras, elas transmitem valores culturais, sociais e afetivos.
No cotidiano, é possível enxergar um processo de partilha de experiências, habilidades e práticas que foram aprendidas com os antepassados e propagados às gerações.
Documentar e compartilhar receitas de família é uma forma de manter a nossa ascendência viva, bem como uma parte de nós mesmos. Os alimentos apelam a todos os cinco sentidos, por isso, podem evocar memórias vivas da nossa infância, comemorações com familiares e amigos e etc. Uma preparação culinária pode nos permitir reviver sentimentos de conforto, satisfação e emoção. Preservar as receitas de família nos permite acessar essas emoções a qualquer momento.

Objetivos:

  • Promover interesse por parte dos alunos, funcionários e professores com relação ao resgate da receita de família.
  • Despertar nos alunos o interesse pela alimentação e a curiosidades em relação a novos alimentos, novos sabores e combinações.
  • Promover uma alimentação saudável e a educação nutricional.


Metodologia /estratégias:

  • Preparar uma receita de família, “Dedinho da Vovó”, para divulgar o projeto à comunidade escolar.
  • Selecionar receitas praticadas pelas famílias.
  • Classificar as receitas em: receita do cotidiano (dia a dia); receita de festividades (Natal, Ano Novo, Páscoa); receita de data comemorativa (aniversário casamento).
  • Descrever a receita familiar por completo, colocando título, ingredientes (itens e quantidades), modo de preparo e justificar a classificação.
  • Pesquisar a origem da receita na história da gastronomia brasileira ou internacional.
  • Expor as receitas e as pesquisas em murais pela escola.


Avaliação:

A avaliação do projeto será realizada através da observação do interesse da comunidade escolar pelas receitas e por meio das trocas de experiências quanto à preparação dos alimentos sugeridos.
Os alunos que participarem do projeto terão direito a 1,0 (um) ponto a ser utilizado em uma ocasião de sua escolha num prazo de 1 (um) ano.

Referências:

    ·         1º capítulo do livro “Cozinhar” – Michel Pollan (2013);
    ·         Guia Alimentar para a População Brasileira (2014);
    ·         Livro de Receitas “ Mais que Receitas” - Ideias na Mesa (2014).

     Fotos:

     Professores preparando a receita “Dedinho da Vovó” 
para divulgar o projeto junto à comunidade escolar:













Divulgação do projeto à comunidade escolar:














Alunos descrevendo as receitas:







Pesquisas:







Montagem dos murais:















Murais:

















Alunos, professores e funcionários observando os painéis